Os Clássicos

Terminei o livro O Seminarista, de Bernardo Guimarães, o mesmo autor de A Escrava Isaura. Já tem um tempo que eu queria colocar na rotina ler livros clássicos, especialmente os brasileiros, porque me causava incômodo pensar que li poucos livros desse nicho depois que passei do período escolar.  No breve comentário que fiz no Skoob, mencionei que … Continue lendo Os Clássicos

Um soneto por dia

Preparei esse post para sair em 1º de agosto: “chegou agosto de 2020, e o que você fez?”, pensei eu. Deixei o texto nos rascunhos, e agora me dei conta de que já terminou o mês que é considerado um dos mais longos do ano. Pra pergunta acima, acredito que muitos responderiam de pronto: NADA. … Continue lendo Um soneto por dia

Competitividade sadia para leitores lentos

Competitividade nunca foi uma palavra habitual no meu vocabulário. Sempre comentei com as pessoas que gostava de natação porque era um esporte “solitário”, que não dependia de ninguém além de mim, e que me poupava de todo aquele stress da cobrança do time (quem passou pelas olimpíadas escolares vai entender). Eu nem conhecia o Coringa, … Continue lendo Competitividade sadia para leitores lentos